Cultura, registro de afetos I: bairro São Luis

E se os tempos mudam, se novos hábitos são agregados, seguimos vivendo.
Quais os costumes que tínhamos? quais novos costumes que elegemos?
O que recebemos de bom, quais as escolhas que fizemos?

Os festejos de junho haverão de acontecer em pequena média ou grande escala, pois essa é a tradição em todo Ceará!

E viva Santo Antônio, São Pedro e São João!

No sábado passado, visitamos o quintal de D. Vilauba , uma  mestra de boi, e ceramista, que domina a técnica de construção de casas de taipa. Forrozeira junto com o seu marido, também brincante, Zé Maria. Nem precisamos sair do quintal, pra ver o bordado, a cerâmica, a casa de taipa, o boi, e as brincadeiras sendo um afeto passado de geração para geração!

 

O que encontraremos no pŕoximo sábado na Monguba? e na Pavuna?

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *